Team Liquid retoma liderança da LBFF

Equipe que mais se manteve na liderança do campeonato desde as primeiras rodadas, a Team Liquid retomou a primeira colocação da Série A da Liga Brasileir...

Equipe que mais se manteve na liderança do campeonato desde as primeiras rodadas, a Team Liquid retomou a primeira colocação da Série A da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) na 10ª rodada do campeonato. O sábado, 7, foi marcado por seis times diferentes gritando BOOYAH. Foram eles: Team Liquid, B4, BD Los Grandes, FURIA, LOUD e paiN Gaming.

Confira a tabela atualizada e o resumo do dia:

Purgatório – Team Liquid

O primeiro mapa começou bem tranquilo e a única equipe que se prejudicou em peso foi a RED Canids, que precisou rotacionar com apenas o Alemão vivo. Junto ao único membro da Matilha, outras oito equipes se amontoaram na região de Brasília. Depois de uma corrida sem fim, a BD Los Grandes conseguiu eliminar o Alemão e a RED foi o primeiro time que caiu no mapa. FURIA e INTZ foram os primeiros times que trocaram de verdade entre si. Mesmo sendo atrapalhada pela B4, a equipe de Mamute conseguiu finalizar os Intrépidos, mas acabou caindo para os Bastardos, enquanto do outro lado do mapa, a PRG deitava a BD e a SKS, minutos antes de ser eliminada pela B4, que tinha o melhor posicionamento no mapa até o momento. 

Com o terreno se fechando, as equipes foram perdendo espaço. Corinthians, Vivo Keyd, LOUD e paiN Gaming, que estavam todas juntas, começaram uma trocação insana e foram caindo aos poucos, sendo a VK a primeira eliminada, seguida de SCCP, paiN e LOUD. Em lados opostos, B4 e Team Liquid brigaram pelo BOOYAH no 3×2. Mesmo com um jogador a menos, Raposo brilhou e a Liquid conseguiu levar a melhor no rush, garantindo assim o primeiro BOOYAH da rodada.

Team Liquid abre o sábado com BOOYAH na LBFF (Foto: Garena)

Bermuda – B4

Repetindo a apresentação falha do primeiro mapa, a RED Canids mais uma vez caiu na última colocação, sendo dessa vez eliminada pela INTZ, que perdeu apenas um jogador na trocação. O mapa começou a esquentar na região de Pochinok, onde as equipes começaram a se envolver em várias trocações. O segundo time eliminado foi a FURIA, que caiu nas mãos da Liquid, enquanto a LOUD eliminava a INTZ após uma trocação intensa. Logo depois que os Intrépidos foram ao chão, Peu e companhia também foram eliminados, seguidos da própria LOUD, que saiu bastante desfalcada da troca contra a INTZ e não conseguiu sobreviver ao gás com apenas um jogador vivo. 

Sete equipes estavam vivas na penúltima safe e mais uma vez uma série de brigas aconteceu. BD Los Grandes, PRG e SKS foram eliminadas, deixando a decisão nas mãos de paiN Gaming, Corinthians, Vivo Keyd e B4, protagonistas de um final de partida insano, que terminou com o D3 garantindo o BOOYAH para os Bastardos.

FUSÃO! B4 segura boa fase e grita BOOYAH na segunda queda do dia (Foto: Garena)

Purgatório – BD Los Grandes

LOUD e INTZ caíram no mesmo lugar e a terceira queda começou com trocação de soco entre as duas equipes, que logo recuaram sem perder nenhum jogador. Durante um tempo, os times apenas se estranharam e as primeiras eliminações demoraram a acontecer. O primeiro grande encontro armado foi entre B4 e Team Liquid, onde o time de Japa tinha a vantagem, mas acabou eliminado pelos Bastardos. O mapa se fechou em Campsite e 11 equipes ainda estavam vivas. paiN Gaming, FURIA, SKS e Corinthians caíram, enquanto B4 e PRG trocavam do outro lado do mapa. Depois de eliminar os tradicionais, a RED fez o mesmo com a Vivo Keyd, segundos antes de ser eliminada pela LOUD, no mesmo momento que a B4 caia para o gás.

INTZ, BD, LOUD e Vnzinnn (PRG) sobreviveram até a última safe. Pressionada, a LOUD caiu e o Vn, sozinho, foi logo na sequência. Melhor posicionada no terreno, a BD Los Grandes superou a INTZ e garantiu o terceiro BOOYAH do dia.

BD Los Grandes acorda e grita BOOYAH na terceira queda do dia (Foto: Garena)

Bermuda – FURIA

Mais um mapa onde as equipes se estranharam no início e algumas trocações pontuais aconteceram. Depois de administrar mal a sua queda, a PRG foi a primeira eliminada, caindo para o gás. A primeira grande troca foi entre BD Los Grandes e B4, que perdendo apenas um jogador, mandou os Dragões para casa. Pouco tempo depois, SKS e paiN Gaming se viram mal posicionadas e acabaram sendo eliminadas também. No momento em que a safe se fechou, RED, INTZ, Team Liquid e Corinthians estavam muito juntas no lado esquerdo do mapa, enquanto mais para baixo estava a LOUD e no lado esquerdo, Vivo Keyd, FURIA e B4.

Cercada por Liquid e VK, Will e cia. caíram, enquanto a Keyd, também pressionada pelo gás, foi finalizada pela FURIA. Com a safe se fechando cada vez mais no aberto, as equipes começaram a se movimentar e as trocações se esquentaram. B4, INTZ, Team Liquid e RED caíram, sobrando apenas FURIA e Corinthians – que tinha apenas dois jogadores vivos. Japa morreu e Pires restou como a única esperança do SCCP. Em desvantagem, ele preferiu evitar a trocação, se entregou para o gás e a FURIA garantiu o BOOYAH na partida.

FURIA crava mais um BOOYAH na Liga Brasileira (Foto: Garena)

Purgatório – LOUD

A quinta queda começou como de costume, com as equipes caindo nos seus locais fixos e se preparando para rotação. O primeiro grande encontro foi entre RED e Corinthians, que sem o general Fixa, conseguiu vencer a trocação e eliminar a Matilha. Ainda no meio da trocação, a paiN se aproximou da propriedade, mas acabou desfalcada, ficando com apenas o Black vivo no final das contas. A segunda equipe eliminada foi a FURIA, que caiu para a INTZ, que minutos depois eliminou a B4. A paiN foi ao chão pressionada pela PRG, que também deitou os Intrépidos. Nesse meio tempo, pressionada por Vivo Keyd e LOUD, a equipe de Xabrau também deu adeus a queda. 

Ao final, estavam vivas PRG, Keyd, LOUD e Liquid. Pressionadas pelos gás, as equipes foram forçadas a trocar entre si. Kroonos e companhia caíram em quarto, seguidos do time dos Irmãos V. A decisão ficou entre Liquid e LOUD. Sem muitos recursos, o time liderado por Japa não conseguiu superar a onda verde, que fez o L e gritou BOOYAH na penúltima queda do sábado.

ShariiN comemora BOOYAH da LOUD na penúltima partida do dia (Foto: Garena)

Bermuda – paiN Gaming

A última partida aconteceu de forma rápida e foi marcada por vários confrontos individuais. Logo de cara, a PRG foi eliminada pela BD na região de Mill e do outro lado do mapa, o Corinthians levou a Vivo Keyd. INTZ e B4 também esboçaram trocação, mas os Bastardos viram que não daria certo para eles e saíram na defensiva. De volta aos confrontos diretos, a LOUD caiu para trocação contra a FURIA, mas foi a paiN quem finalizou a equipe de Mamute, enquanto o Corinthians caiu para a BD Los Grandes e a INTZ deitou a B4, pouco tempo antes de ser eliminada pelos tradicionais. SKS voltou para o lobby na 6ª posição, seguida da LOUD, que estava no centro do mapa e se complicou com o fechamento da safe.

RED, paiN, Team Liquid e a BD Los Grandes, que tinha somente o Rick vivo, sobreviveram até o final. Depois de eliminar a Matilha, a Liquid, que estava pressionada pelo gás, morreu para Ubita e companhia. Sem dificuldades no 3×1, os tradicionais venceram o duelo contra o Rick e garantiram o BOOYAH na última queda da rodada.

Em hiato de BOOYAH, paiN volta a ter momento de glória na LBFF (Foto: Garena)

A LBFF retorna no domingo, a partir das 13h, para mais uma série de seis quedas. Acompanhe as partidas ao vivo no canal do YouTube e na plataforma BOOYAH!.

Categorias: Free Fire, LBFF, Série A, Temporada 1
Tags: , ,

2 Comments

  1. Alan

    8 de março de 2020 at 16:49

    A LBFF está muito disputada! Não perco nenhuma queda…

    Reply
  2. Alan

    8 de março de 2020 at 16:48

    Estou curtindo muito a LBFF! Meu sonho é participar um dia de um campeonato de Free Fire.

    Reply

Deixe um comentário!