Nephiro sobre Team Rush na C.O.P.A. Free Fire: “Nós mesmos temos nos prejudicado”

A Team Rush é mais uma equipe que subiu da Série C para a Série A, mas tem sentido o peso de jogar entre as melhores equipes de Free Fire do cenário.

Penúltima colocada na classificação geral da C.O.P.A Free Fire, a Team Rush vem sentindo dificuldades na hora de emplacar o seu jogo no torneio online. Mesmo que tenha esboçado um início de campeonato um tanto quanto regular, chegando até a garantir um BOOYAH! nas primeiras rodadas da competição, o bom desempenho da equipe foi indo por água abaixo, semana após semana.

Nephiro, um dos principais nomes da Team Rush, acredita que “a inexperiência do coletivo como um todo, por se tratar de um time mais novo, está afetando muito o desempenho dos jogadores, que muitas vezes são atrapalhados pelo nervosismo na execução da tática (durante as quedas)”. 

“Por nunca terem disputado um torneio na Série A ou ao menos um campeonato oficial da Garena, acredito que muitos jogadores sentiram a pressão, a falta de experiência conta muito”, continuou, em entrevista ao site. 

Todos os problemas apontados pelo jogador são notáveis nas quedas da Team Rush, que na última semana apresentou uma das piores performances da C.O.P.A Free Fire, caindo cedo na maioria das partidas. 

Nephiro conta que todas as estratégias são definidas antes de começar os confrontos e nega que o time se envolve em trocações simplesmente do nada: “É uma decisão sempre tomada antes, trabalhamos a estratégia em cima das equipes que estão mais próximas de nós na tabela”.

Em cima disso, Nephiro conclui que não há rival que prejudique a Team Rush, senão eles mesmos: “Nós mesmos temos nos prejudicado, pois estamos cometendo erros bobos e sabemos que somos capazes de fazer melhor”.

Leia também:

Porcão, que também defende a Team Rush, confia que a equipe pode dar a volta por cima e se classificar para as finais da C.O.P.A: “Precisamos encaixar o nosso estilo de jogo e reproduzir o que fazemos nos treinos”. Ele, inclusive, é irmão de Peu, campeão nacional pela Team Liquid. 

“Eu nunca imaginei jogar o mesmo jogo que ele, ainda mais em equipes opostas. A sensação de compartilhar palco com o meu irmão é estranha, mas sim, existe uma rivalidade entre nós. Acima de qualquer coisa, somos irmãos, mas dentro de jogo, somos rivais. Aprendemos muito com isso, não só no Free Fire, mas na vida”, contou.

Categorias: C.O.P.A. Free Fire, Free Fire
Tags: , , , ,

Deixe um comentário!