Série A: finalistas da 3ª etapa são definidos; KaBuM! é rebaixada

New X rebaixou KaBuM! para a Série B na última queda e vai para Série de Promoção!! Veja o resumo das partidas de domingo (18).

New X rebaixou KaBuM! para a Série B na última queda e vai para Série de Promoção!!

A última rodada da fase de pontos da 3ª etapa da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) foi disputada ponto a ponto pelas equipes do meio e final de tabela – ambos decididos na última queda em Bermuda.

Santos, Black Dragons, Fla B4, SS, RED, GOD, Cruzeiro, Corinthians, Team Liquid, Vivo Keyd e paiN Gaming asseguraram suas vagas nas finais, enquanto LOUD, Fear, INTZ e New X vão para a Série de Promoção brigar com as equipes da Série A.

KaBuM!, rebaixada pela New na última queda, se juntou ao time da Los Grandes na zona de rebaixamento direto da elite.

Veja como foram as quedas da última rodada:

Queda 1 – Purgatório
BOOYAH! – Fla B4 (+38 pontos)

O Flamengo B4 parece ter recuperado seu bom jogo do começo da LBFF. Com uma boa previsão da safe zone, os cariocas fizeram uma queda bem organizadas e pautada na paciência. As trocações rolavam soltas em Purgatório, que costuma ser um mapa mais franco, mas graças ao seu posicionamento, o rubro-negro conseguiu se resguardar para o final. Com isso, saiu caçando kills no final e somou nove abates.

Queda 2 – Kalahari
BOOYAH! – RED (+40 pontos)

Outro time que merece muitos elogios é a RED Kalunga. Depois de já ter feito um sábado muito forte, a equipe conseguiu repetir a dose no domingo somando mais de 100 pontos, com destaque para essa atuação em Kalahari. Com um posicionamento mais alto e com total visibilidade, o BOOYAH! veio com maestria: 10 kills e time completo.

Queda 3 – Bermuda
BOOYAH! – INTZ (+40 pontos)

A INTZ era uma das equipes que precisava mostrar mais jogo para poder, ao menos, se safar do rebaixamento. E os intrépidos não decepcionaram. Foram bons 83 pontos e esse BOOYAH! que foi um dos melhores que a equipe fez nesse split da LBFF.

Depois de um jogo até certo ponto insosso, como é um pouco comum em Bermuda, a INTZ travou um duelo épico contra o Flamengo que, de novo, estava entre os melhores e dando muito trabalho. Dessa vez, o posicionamento mais alto do rubro-negro não veio em boa hora, pois era bem na guaritinha, que dispõe de menos espaço para movimentações.

Com os jogadores cariocas concentrados em um ponto, a INTZ não teve tanto trabalho para cravar esse BOOYAH!, que foi finalizado com 10 abates (4 somente contra o Flamengo) e um jogador a menos, já que MOREEEEIRA já havia sido liquidado. 

Queda 4 – Purgatório
BOOYAH! – Team Liquid (+34 pontos)

A Team Liquid era uma das equipes mais pressionadas nesta rodada da LBFF, mas, tal qual outras concorrentes na mesma situação, como a Pain, a Cavalaria soube como reagir e garantir sua classificação e, quem sabe, manter o título da LBFF.

Com um jogo pautado na paciência e com poucos rushes, a Team Liquid sabia que era importante, em um dado momento, angariar mais kills e não contar apenas com os pontos de sobrevivência. No confronto final, que reuniu times como Fear, New X e paiN, a Liquid chegara com apenas dois abates.

Apesar da confusão formada, Martins tomou a frente e com bons abates contra os Tradicionais, conseguiu levar sua equipe para a luta final contra a New X, que já vinha crescendo no dia. Aí, foi a vez de Lukas.TD se sobressair e, mesmo em um 1×2, trouxe o BOOYAH para a Cavalaria que, àquela altura, seria o BOOYAH! da classificação.

Queda 5 – Kalahari
BOOYAH! – Fla B4 (+38 pontos)

Com a classificação garantida há algum tempo, a meta do Flamengo era de conseguir uma posição melhor na tabela de classificação. O terceiro lugar, por exemplo, dá 15 pontos a mais na fase final, e, claro, cada pontinho será fundamental em uma competição marcada pelo equilíbrio.

Talvez até por isso, a equipe tenha adotado uma postura um pouco diferente na volta à Kalahari. Depois de ser mais calmo e posicional em seu primeiro BOOYAH!, dessa vez o Mengão foi mais agressivo, já que estava jogando um pouco mais solto e sem tanta responsabilidade, mesmo com a missão de ser 3º colocado.

Reflexo disso é que, no confronto final, que reunia também Team Liquid e Fear, o rubro-negro já tinha sete abates, todos obtidos antes. Como estava bem posicionada, a equipe inverteu os papéis com relação ao que foi visto em Purgatório e adotou a cautela para garantir mais dois abates, um de DeadGod e outro de Kauelok, e o BOOYAH!.

Queda 6 – Bermuda
BOOYAH! – New X (+38 pontos)

Épico. Esse é o adjetivo mais correto para este BOOYAH! da New X. Uma queda completa e que consagrou o belo fim de semana feito pela equipe, que já havia ido bem no sábado e completou a última rodada com maestria. Com nove abates e um estilo de jogo muito inteligente, mesclando rushes e posicionamento, a equipe conseguiu escapar do rebaixamento e somar mais um BOOYAH! na competição, o sexto. O destaque, além do bom jogo coletivo, pode ser dado, também, a Porcão, que somou quatro kills nessa queda em Bermuda.

Tabela

Tabela de pontuação bônus para as finais

Acompanhe as finais da Liga Brasileira de Free Fire ao vivo nos dias 31 de outubro e 01 de novembro, a partir das 13h nos canais oficiais do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming oficial da Garena, assim como nos canais SporTV.

Categorias: Free Fire, LBFF, Série A
Tags: , , , , ,

Deixe um comentário!