NETSHOES-MINERS-LBFF-5

Booyah! – O milagre da Netshoes Miners

A Netshoes Miners se classificou na última queda da fase de grupos e chega à grande final querendo surpreender. Confira os detalhes da classificação.

Foi no apagar das luzes. Com uma classificação milagrosa, a Netshoes Miners garantiu a vaga na final apenas na última queda da fase de grupos, realizada no dia 19 de julho. Chegou a hora de conferir alguns detalhes da campanha da equipe e saber o que esperar da equipe na Grande Final.


Posição: 12º lugar
Pontos: 538
Booyahs!: 6
Abates: 194
Pontos por colocação: 344
Destaque: Natividade


Média de pontos por rodada

A Miners teve um campanha irregular durante a LBFF 5. Depois de um grande desempenho na LBFF 4, ainda com a camisa do Cruzeiro, o time liderado por Natividade teve seu melhor desempenho na rodada 5, quando somou 67 pontos (média de 11.16 pontos por queda, conforme você pode visualizar no gráfico a seguir). Por outro lado, na rodada 12 a equipe amargou apenas 32 pontos e as chances de classificação se complicaram.

Nas rodadas derradeiras, a média continuou abaixo do esperado. Mas o Booyah milagroso na última rodada da competição, quando somaram os pontos necessários para ultrapassar a INTZ e contaram com o tropeço do Santos/Real, garantiu a vaga na grande final. A 12ª colocação na fase de grupos faz com que o time chegue sem pontos extras na disputa pelo título, fator que já foi determinante em outras edições.

MINERS-MEDIA
Média de pontos por rodada da Netshoes Miners

Desempenho por mapa

Com 204 pontos e 75 abates em Kalahari, a equipe é um dos destaques no mapa. Além disso, foram 4 Booyahs conquistados pelos Miners no mapa mais quente do Free Fire. Ainda assim, a equipe é apenas a 10ª melhor no mapa dominado pela Team Coda Solid. Por outro lado, Purgatório pode ser a melhoria que o time precisa para brigar pelo título. Com apenas 147 pontos, 55 abates e nenhum Booyah, a equipe só supera a GOD Unidas no mapa.

MINERS-MAPAS
Pontuação e abates por mapa da Netshoes Miners

As estrelas dos Miners

O elenco que defendeu as cores do Cruzeiro na quarta temporada chegou carregado de expectativas para o split. Liderados por Natividade, o time da Netshoes Miners não se destaca por eliminações. Nesse sentido, foram apenas 194 abates durante toda a fase de grupos – número que a torna a terceira pior da competição no quesito. Cebolinha, um dos grandes nomes do cenário, conseguiu apenas 56 abates em 72 quedas.

Assim, a equipe poderá adotar uma postura mais agressiva na grande final se quiser conquistar o título.G

MINERS-JOGADORES
Abates por jogador da Netshoes Miners

O que esperar na grande final

Depois de conseguir a classificação no último momento possível, a Netshoes Miners chega querendo surpreender na grande final. Os números não a tornam uma das favoritas e o fato de chegar sem nenhuma pontuação de bonificação pode prejudicar a equipe ainda mais. Mas, assim como o Corinthians na LBFF 4, não se pode duvidar de nada no cenário competitivo nacional.

O caminho para a vitória parece ser adotar um jogo mais agressivo e conseguir se sobressair nas calls. No quesito abates, a equipe só foi superior às rebaixadas GOD Unidas e Team oNe. Além disso, um desempenho melhor em Purgatório pode ser decisivo para a equipe não passar despercebida na disputa.

A grande final acontece no próximo dia 24 de julho, a partir das 13h (horário de Brasília). Você poderá acompanhar as transmissões ao vivo no canal oficial do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags:

Deixe um comentário!