LOUD-LBFF5

Booyah! – LOUD e a busca por um merecido título

Depois de conquistar dois vice-campeonatos, nacional e mundial, a LOUD chega com sede de título na final. Confira as estatísticas da equipe na fase de grupos.

Carregando toda a fama de vice-campeã mundial, a LOUD chegou como uma das equipes a serem batidas na quinta temporada, ainda mais depois do excelente desempenho na LBFF 4, onde conquistou um belo vice-campeonato decidido nos detalhes. A equipe do hype não brilhou como podia, ainda mais nas primeiras rodadas, mas conseguiu se recuperar para garantir uma boa classificação.

Confira os detalhes da campanha da equipe.


Posição: 8º lugar
Pontos: 594
Booyahs!: 6
Abates: 263
Pontos por colocação: 331
Destaque: Cauan7


Pontos e abates por rodada

Com um início complicado, justificado pela falta de treinamento durante o mundial e pelo pouco tempo de descanso entre as duas competições, a LOUD sofreu para se encontrar na competição. Ao se readaptar ao meta da Série A e ao ritmo da competição, a vice-campeã mundial começou a mostrar o desempenho que a tornou uma das melhores equipes nacionais.

Após a sexta rodada, onde apresentou uma recuperação de desempenho notável e conseguiu 38 abates e 81 pontos, a equipe parece ter se encontrado no campeonato. O milésimo abate, conquistado na 7ª rodada, foi um marco histórico no Free Fire nacional e desencadeou uma série de boas apresentações.

Já na metade final da competição, a LOUD voltou a sofrer com um desempenho mediano e chegou a correr o risco de estar fora do top 12. Como resultado, a 8ª colocação, que garante 3 pontos que podem ser importantes para o sonho do título depois de bater na trave na quarta temporada.

Pontos e abates por rodada da LOUD

Desempenho por mapa

A LOUD é uma das equipes que domina o mapa mais clássico do Free Fire. O desempenho em Bermuda é o quarto melhor da competição, com 229 pontos e 111 abates. Por outro lado, a equipe fica devendo em Purgatório, onde somou apenas 165 pontos e foi a quinta pior em desempenho.

Talvez esse seja o segredo para brigar pelo título da LBFF. Caso a equipe consiga melhorar seu desempenho no mapa, pode brigar fortemente pelo título, uma vez que seu desempenho em Kalahari é satisfatório.

Pontos e abates por mapa da LOUD

As estrelas do L

Não é de hoje que Cauan é um dos nomes mais fortes do Free Fire nacional. Considerado por muitos como o melhor jogador nacional, o astro assume a responsabilidade de levar seu time aos melhores desempenhos. São 83 abates em 72 quedas – média de 1,15 por queda. Os números do craque o colocam no top 9 dos jogadores que buscam pelo MVP.

Além disso, KROONOS, o primeiro MVP de um mundial de Free Fire, vem tendo um desempenho consistente em sua função e soma 70 abates em 68 quedas. Logo em seguida, Noda, uma das revelações da LBFF 4, mostra que tem potencial para os momentos decisivos.

Abates e quedas disputadas pelos jogadores da LOUD

O que esperar na grande final

Seria um erro não considerar a LOUD como favorita ao título. Depois de uma LBFF 4 consistente, em que a equipe perdeu o título no critério de desempate, e de uma apresentação formidável no mundial, com desempenho notável no play-in e o vice na disputa principal, a equipe chega prometendo os títulos que ainda não conquistou. Mesmo com um desempenho irregular durante a classificatória, caso a equipe se encontre na grande final, é uma das grandes candidatas ao título.

https://twitter.com/LOUDgg/status/1417286479890558977

Por fim, a grande final acontece no próximo dia 24 de julho, a partir das 13h (horário de Brasília). Você poderá acompanhar as transmissões ao vivo no canal oficial do Free Fire no YouTube e na BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena.

Acompanhe as redes sociais da Garena no FacebookInstagram e Twitter

Categorias: Destaques, Free Fire, LBFF, Série A
Tags:

Deixe um comentário!